domingo, 26 de outubro de 2014

Umas breves reflexões sobre eleições apertadas

Estou aqui exausto no final do 2º turno das eleições 2014. Exausto, mas feliz... até um certo ponto. O que passo pela minha cabeça é o seguinte:

Estou muito feliz com a reeleição do Governador da Paraíba Ricardo Coutinho. Feliz porque se Ricardo continuar por mais 4 anos, como ele vem embalado, então isto vai ser muito bom para o nosso estado. Agora, com a nova aliança que surgiu no 2º turno entre o PMDB e o PSB, além do que já existia com o PT e outros partidos, existe a plena possibilidade de consertar a saúde pública em Patos de PSF e UPA até Hospitais. Proponho um trabalho imediato em conjunto de botar tudo para funcionar como deve ser na saúde pública de Patos. O povo precisa e quer isso. O povo quer atenção com carinho e não só prédios! Tenho certeza que uma parceria entre estado e município neste sentido, mantendo seus princípios corretos Ricardo Coutinho, é alcançável para o bem comum do povo.

Estou feliz com a reeleição de Dilma Rousseff, mas em menor escala. Estou feliz porque gosto do trabalho social do PT onde bolsa família etc. tem ajudado tanta gente carente. É fácil criticar a bolsa família quando você come quando e o que você quiser e tem casa própria com carro na garagem! Nestes 12 anos tem havido uma redistribuição de renda que faz gosto. 

Entretanto, um partido do povo que surge das bases e cresce com sucesso, inevitavelmente tem dificuldade em conseguir controlar a qualidade de toda a sua membresia. Vejo isso em Patos e a nível nacional. Acho um milagre que Dilma venceu esta eleição no meio dos dois grandes bichos papãos: recessão e corrupção (não me refiro às presepadas da "Veja" que nunca vejo e muito menos da "Globo" que nunca olho). Agora Presidenta, ou a V. Ex. dê um jeito nisso tudo ou nem o fenômeno chamado Lula, mesmo com seu jeito melhor em debates, vai levar o programa do PT para a frente em 2018.  Para o bem das pessoas mais necessitadas bote a sua casa em ordem ou entre na história como aquela quem faltou coragem para tratar a ferrugem que corrói as rodas e a base da sua própria máquina.  Nosso voto de confiança na presidenta hoje foi para que isto seja feito também. 

Uma outra coisa faltando é um olhar mais carinhoso para o meio ambiente. Parece um assunto esquecido nos últimos 4 anos. As próximas gerações vão lembrar o Governo Dilma por este ângulo também e é uma questão de vida ou morte que este país lindo receba os devidos cuidados naturais que vão beneficiar a todos de geração em geração.

Portanto Governador Ricardo e Presidenta Dilma oramos pelas suas gestões. Escutem o povo... combatem a corrupção... cuidem do meio ambiente.... priorizem o pobre... trabalhem com força e eficiência... e serão lembrados como um grande governador (e quem sabe futuro presidente?) e uma grande presidenta - ambos de duas gestões depois de reeleições muito apertadas, embora que por diferentes razões.

Parabéns Governador e Presidenta! Avante!

sábado, 4 de outubro de 2014

Islamismo (2)

Aqui está um artigo escrito pelo pastor e jornalista carioca Luciano Vergara que é excelente e continua as nossas reflexões sobre o Islamismo.
CUIDADO COM O ISLAMISMO
O COMUM EM GERAL, MAS O RADICAL EM PARTICULAR

Apesar de o escritor americano e líder político muçulmano Stephen Suleyman Schwartz defender, não sem razão, que a grande maioria dos muçulmanos é de pessoas pacatas e bem intencionadas, há um risco latente na religião de Alá. Schwartz trabalha para reverter o preconceito nos Estados Unidos. Ele é autor, entre outros títulos, do livro "O outro Islã - o Sufismo e o caminho para a Harmonia Global" (2008) e, desde 2005, dirige o Centro para o Pluralismo Islâmico, de Washington, D.C.. Seu objetivo é dar voz aos muçulmanos moderados e reeducar o público americano sobre a religião.(http://noticias.terra.com.br/…/minoria-muculmanos-radicais-…).
O Fórum Pew para Religião e Vida Pública divulgou, no fim de 2012, uma pesquisa na qual detalha o número de afiliados às principais religiões do mundo. Dados, baseados em 2,5 mil estudos feitos em 230 países e territórios apontam que os muçulmanos formam o segundo maior grupo religioso, com 1,6 bilhão de pessoas, ou 23,2% do total. Dos muçulmanos, entre 87% e 90% são sunitas e entre 10% e 13% são xiitas. Esses números são imprecisos pois esse tipo de pesquisa por subgrupo raramente é feita em muitos países e nunca foi realizada oficialmente em alguns. Em um outro estudo sobre a população muçulmana de 2009, o Pew mostrou que a maioria dos xiitas (entre 68% e 80%) vivem em apenas quatro países: Irã, Paquistão, Índia e Iraque. (http://orientemedioemfoco.wordpress.com/…/quantos-muculman…/).
Se há 1,6 bilhão de muçulmanos no mundo, sendo 10% de extremistas, isto significa que há cerca de 160 milhões de extremistas, com muitos podendo ser terroristas agressivos. Isto é aterrador.
John Philip Medcraft faz observações em seu blog: "A causa básica do Islamismo radical, fanático e contagiante é um Cristianismo frio, de aparência externa, onde muitas vezes o chamado Cristão raramente pisa na sua igreja, se corrompe nos períodos eleitorais e se acha esperto, nunca lê a Bíblia, só ora quando está doente - enfim, de múltiplas formas não vive a Fé. Para que um jovem sedento por algo diferente, que satisfaz a vida, vai seguir o modelo de um "Cristão" desses?" Precisamos acordar! (http://pastorjohncidadao.blogspot.com.br/)

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Jesus disse: "Eu sou a porta".

(Meu sermão na ACEV Patos - 28.09.2014)



Hoje vamos para a mensagem de Nº 03 na série: “Jesus disse – eu sou” das sete vezes que esta frase ocorre no Evangelho de João. Já vimos “Eu sou o pão da vida” em 6:35 e “Eu sou a luz do mundo” em 8:12. Mas hoje é de João 10:9 quando “Jesus disse – Eu sou a Porta”.

Precisa-se entender que esta frase “Eu sou” tinha um significado especial para o ouvinte judeu naquela época – muito especial. Por isso a importância desta série de mensagens sobre as sete vezes que a frase “Jesus disse – eu sou” ocorre no Evangelho de João.

Deixe-me fazer uma comparação com o uso da frase na cultura brasileira. Nenhuma comparação com o “Eu sou” de Jesus será à altura, mas pelo menos espero que ajude.

Acho que quase todos conhecem a música de Jorge Ben – País Tropical. Pois naquela música ele canta: “Sou Flamengo, e tenho uma nega chamada Tereza”. Pois bem – quando ele canta “Sou Flamengo” ninguém vai pensar que ele é o time de futebol do Flamengo, ou que ele joga pelo Flamengo! Todo brasileiro sabe que o que o cantor quer dizer é que ele é um torcedor do Flamengo.

Então a questão é - no caso de Jesus usando a frase “Eu sou” sete vezes, o que é o povo judaico iam entender? – Para responder isso temos que voltar ao Velho Testamento – a Bíblia dos Judeus – e ver a origem da frase super conhecida por aquele povo. Pois no livro de Êxodo, capítulo 3, vemos que o povo de Deus estava escravizado no país do Egito e um dia Deus chama Moisés através do incidente no deserto quando um arbusto estava em chamas, mas só continuava queimando e não se acabava.

Quando Moisés vai para investigar o fenômeno ele percebe que foi a forma de Deus lhe chamar atenção e falar com ele – e Deus disse a Moisés que ele lhe escolheu para ser o libertador do Egito do seu povo e que ele tinha que ir falar com Faraó como representante dos Israelitas para Faraó acabar com a escravidão deles. E diz Êxodo 3:13-14:

13     Moisés perguntou: "Quando eu chegar diante dos israelitas e lhes disser: O Deus dos seus antepassados me enviou a vocês, e eles me perguntarem: 'Qual é o nome dele?' Que lhes direi?"
14     Disse Deus a Moisés: "Eu Sou o que Sou. É isto que você dirá aos israelitas: Eu Sou me enviou a vocês".

Puxa vida irmãos! Vemos que o nome de Deus é “Eu Sou”. É a definição simples e profunda da pessoa de Deus em toda a sua essência sempre eternamente dinamicamente presente, imutável e real. Deus não teve início – ele sempre é “Eu Sou”.

Pessoas que tem dificuldade de crer na existência de Deus perdem de vista o “Eu Sou”. Pois logicamente tinha que existir o eterno “Eu Sou” que sempre foi e sempre é e que sempre será! A origem de tudo e a sustentação de tudo é o grande “Eu Sou”. Pois Deus – o grande “Eu Sou” – criou tudo que existe, mas é lógico que ele mesmo não foi criado. A partir da atuação do dinâmico eterno “Eu Sou” fluiu tudo que nós conhecemos e que existe. Exatamente como tudo aconteceu nós não sabemos, mas não devemos temer um choque entre a ciência e a fé. Pois sabemos que o grande “Eu Sou” tinha que ser e tem que ser a origem de tudo criando certas coisas definitivamente e criando mecanismos para o desenvolvimento natural de outras coisas – mas é o grande “Eu Sou” que inicia, desenvolve e sustenta tudo.

Por exemplo - eu não temo a descoberta de seres viventes anteriormente desconhecidas nas maiores profundezes do mar que naturalmente desenvolveram cabeças sem olhos diante da escuridão total e constante do ambiente – porque eu conheço o grande “Eu sou” que criou os processos genéticos para isso acontecer e que criou o ambiente para este desenvolvimento ser necessário e sustentável.

Meus irmãos – o nosso grande Deus é tudo em tudo! O nosso Deus é o grande “Eu Sou” – portanto quando Jesus usava este termo ele nem tão discretamente declarava as suas origens, a sua essência e a sua divindade!

Então no texto de hoje de João 10:9 – “Eu sou a porta; quem entra por mim será salvo”! – Assim Jesus está anunciando para todos que ele, e somente ele, é a porta / a entrada / o caminho da salvação – mas não só isso! Ele está anunciando juntamente com isso que esta porta da salvação obviamente tem que ser divina porque é o elo de junção entre os dois mundos – natural e espiritual – humano e divino – pecador perdido e pessoa salva – antes condenado, mas agora justificado pelo grande “Eu Sou”!

A maravilha é entender que quando você escuta Jesus dizendo para você nesta noite - “Eu sou a porta; quem entra por mim será salvo” é que ele lhe ama e deseja que você seja alcançado pela salvação e quer que você entre então pela porta certa que é exclusivamente Jesus – o filho de Deus!

Gente – ninguém entra na casa certa pela porta errada! E o problema básico para o mundo de hoje é que há uma oferta de tantas portas e opções que a confusão é grande! Há, por exemplo, portas erradas religiosas mil! Estas portas erradas religiosas variam de portas de chamados santos - às portas de promessas falsas de enriquecimento e solução para tudo - e portas de histerismo e falsa espiritualidade e fanatismo!

Mas a única porta verdadeira para a salvação é Jesus! Ele é a única porta que abre o caminho para Deus Pai e suas moradas celestiais e ele é o único mediador entre o céu e a terra porque ele é exatamente o grande “Eu sou”! Só Jesus morreu na cruz dando a sua vida para lhe salvar. Só Jesus Cristo é o Senhor! Só o Senhor é Deus!

Há também tantas outras portas falsas e erradas que também levam o homem à perdição. As drogas, cachaça, promiscuidade, violência, farras, ódio, rancor, inveja etc. etc. são todas portas de entrada que às vezes se abrem para a pessoa parecendo naquele momento certo, mas mais cedo ou mais tarde no outro lado destas portas do mal se cai no abismo!

Por isso apontamos a todos nesta noite para Jesus porque ele é a porta da salvação. Disse Jesus: “Eu sou a porta; quem entra por mim será salvo”!
Mas salvo de que e para que?

Em Jesus você será salvo, em primeiro lugar, de se mesmo e as obras da carne que tanto prejudicam a sua própria vida. Jesus lhe ama e quer lhe ajudar a vencer as suas próprias tendências para o mal, para atitudes negativas que roem no seu anterior como um câncer.

Disse Jesus: “Eu sou a porta; quem entra por mim será salvo”! Mas salvo de que?

Em segundo lugar salvo de uma vida sem realização e sem cumprir a razão pelo qual você nasceu. Pois Deus tem um plano para a sua vida e quer lhe abençoar e quer fazer você uma bênção na vida dos outros. Você nasceu para louvar a Deus como os pássaros cantem sempre louvores a Deus. Você nasceu para se realizar servindo a Deus e ao seu próximo – assim glorificando ao Senhor.

Disse Jesus: “Eu sou a porta; quem entra por mim será salvo”! Mas salvo de que?

Em terceiro lugar salvo da perdição eterna para viver para sempre com Deus numa harmonia e paz total onde não haverá dor, nem morte, nem sofrimento, nem guerra e sim onde viveremos na tranquilidade e alegria da presença de Jesus!

Disse Jesus: “Eu sou a porta; quem entra por mim será salvo”!

Entre pela porta certa que é Jesus nesta noite para ter certeza da salvação agora e eternamente. A salvação em Cristo nos dá perdão pelos nossos pecados. A salvação em Cristo transforma as nossas vidas, atitudes e princípios de vida para não nos conformar com as atitudes deturpadas desta geração. A salvação em Cristo troca tristeza por alegria, paz substitui confusão e perdão toma o espaço anteriormente ocupado por ódio.

Jesus lhe chama nesta noite para entrar pela porta da salvação. Confie no Senhor e o mais ele fará.

Disse Jesus: “Eu sou a porta; quem entra por mim será salvo”!

Amém.




domingo, 28 de setembro de 2014

O perigo do Islamismo

Fiquei chocado quando assisti, logo depois de tomar café hoje, um documentário da BBC: "Meu Irmão - O Islâmico" que mostra a radicalização de um jovem inteligente e eloquente que se converteu ao Islamismo numa pequena cidade pacata na praia do sul da Inglaterra - Weymouth - e dentro de um ano foi radicalizado ao ponto de estar disposto a fazer qualquer coisa para promover o domínio do mundo pelo Islã. Ele agora está na cadeia por incentivar o terrorismo. http://www.bbc.co.uk/programmes/n3csxc0b

Este programa fez me pensar o seguinte:

1. Nós Cristãos precisamos acordar! Ou nós vamos ser devotos e radicais de forma pacífica, amorosa e tolerante ou este mundo vai ser dominado por extremistas que cortam cabeças dos "hereges", cortam as mãos dos ladrões e matar por apedrejamento os adúlteros! Ou nós Cristãos vamos praticar e pregar o Evangelho de Jesus ou o mundo está perdido.

2. O programa claramente mostra que há jovens aí, do mundo afora, que buscam um sentido para viver e que não estão satisfeitos com farras, promiscuidade, bebedeiras e drogas. Nós Cristãos não devemos ter receio ou vergonha de anunciar Jesus Cristo para os que buscam verdade e uma base sólida e adequada para as suas vidas hoje. Se nós não fazemos ou o paganismo ressurgente no mundo ou o Islamismo fanático vão!

3. O programa mostra que a legalização de perversões sexuais não é bem aceito por muitos jovens da atualidade e que eles sabem que está errada e acham nas sociedades "cristãs" apoio a isso, mas no Islã não! A nossa sociedade do "vale tudo" (e ai de quem fala contra porque é xingado e chamado todo tipo de nome!) está culpada da destruição de uma cultura sadia onde o Cristianismo não é imposta, mas os valores Cristãos são respeitados num clima de paz e tolerância. 

A causa básica do Islamismo radical, fanático e contagiante é um Cristianismo frio, de aparência externa, onde muitas vezes o chamado Cristão raramente pisa na sua igreja, se corrompe nos períodos eleitorais e se acha esperto, nunca leia a Bíblia, só ora quando estiver doente - enfim de múltiplas formas não vive a Fé. Para que um jovem sedento por algo diferente que satisfaz na vida vai seguir o modelo de um "Cristão" desses? Precisamos acordar!

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Projeto meio ambiente: 'cuidando do meu sertão'

A caatinga é um bioma único que vem sendo destruído paulatinamente. O problema pior é o desmatamento que destrói o habitat de toda fauna. A caça e o tráfico da fauna são também muito prejudiciais. O que é que a gente pode fazer?

Bom, podemos e devemos cobrar das autoridades fiscalização honesta e rigorosa com bom senso. Temos que falar sempre sim com os amigos do Ibama, Sudema, Polícia Ambiental (cadé?) e a Polícia Militar para que eles não se esquecem da importância do bem estar do meio ambiente de que todo mundo depende.


Podemos também cobrar dos educadores um constante bombardeio de educação ambiental com visitas in loco a lugares que são bons exemplos de conservação ou exemplos ruins que demonstram o que não deve ser feito. As escolas tem que ensinar bons princípios ambientais sempre dando exemplo dentro da própria escola.

Agora, nós que somos proprietários de granjas, sítios e fazendas temos também uma enorme responsabilidade. Na nossa Fazenda Reserva Verdes Pastos em São Mamede (PB) estamos ao longo de 35 anos corrigindo os erros, aprendendo com os especialistas de cada área e implementando com cada vez mais intensidade uma política ambiental de proteção, conservação e promoção. Amamos a caatinga com sua riquíssima flora e fauna (totalmente interligadas e interdependentes) e estamos plantando mais e mais árvores e plantas e protegendo a fauna. Cada ave ou flor diferente que encontramos é uma festa!

Com este artigo eu como coordenador do projeto da nossa ONG ACEV Social, chamado - Projeto meio ambiente: 'cuidando do meu sertão', vimos lançar o desafio para proprietários rurais não desmatar, não colocar animais silvestres em gaiolas ou coisa parecida e não permitir a caça ou a captura de espécies silvestres para serem traficadas. A partir de hoje começo uma relação de sítios, granjas e fazendas com estes compromissos - começando com a minha propriedade (Fazenda Reserva Verdes Pastos) e do vizinho em São Mamede 'Sítio Boa Esperança'. Se junte a nós e vamos cuidar juntos do nosso sertão! Se pessoas enviem os nomes das suas propriedades eu vou começar a divulgar e compor uma relação a partir de hoje divulgando aqui neste blog, no facebook e no twitter. Podemos juntos fazer alguma coisa para salvar a caatinga!

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Escola da Ação Evangélica (parceria PMP) ganha 2º lugar em todo o Estado da Paraíba

Localizada na Rua Dinamérico Palmeira, Bairro Jatobá, a Escola Municipal Pastor Frank Dyer, administrada por membros da Igreja Ação Evangélica (ACEV), em parceria com a Secretaria de Educação do Município de Patos, conseguiu se destacar em toda a Paraíba, pois alcançou o 1º lugar em Patos e o 2º no Estado no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) com testes aplicados pelo Ministério da Educação.

A pequena escola tem 26 anos de funcionamento e pouco mais de 150 estudantes matriculados do 1º ao 5º ano do ensino fundamental 1. A escola foi fundada com o intuito de ser um local de apoio no reforço escolar de crianças carentes. O seu patrono e hoje homenageado, Pastor Frank Dyer, viu o progresso através de uma nova visão em educação que se transformou na escola.

Em 1993, a escola começa uma parceria com a Prefeitura Municipal de Patos, através do prefeito Ivânio Ramalho. Essa parceria dura até os dias atuais. Mas, a grande questão é: Qual o segredo de uma escola tão pequena alcançar os maiores índices de qualidade educacional?

A reportagem foi em busca do segredo conversando com a diretora Gerlânia Carneiro. Quando se achava que a “mágica” para se alcançar um índice tão almejado entre as escolas era algo quase impossível, veio à surpresa: diálogo, carinho, gestos de compreensão, equipe irmanada no propósito de educar, coleguismo, paciência e amor pelas crianças-estudantes. Claro que esses fatores fazem parte de um todo que é o Ação Educar que foi desenvolvido com a intenção de se ter um cuidado melhor com os estudantes considerados com rendimento baixo, dentre outras particularidades detectadas na convivência do dia a dia.

“O segredo maior é fazer o que é de obrigação de uma escola. É trabalhar de maneira integrada, respeitando, entendendo que a criança não é o cidadão do futuro, ela é o cidadão hoje. Tudo que fazemos dentro da escola fazemos com esse intuito de incumbir nessa criança o desejo de que ela entenda que ela hoje é responsável pelos atos que ela tem. Não para responder judicialmente, mas para conscientizar-se do que o que ela está fazendo é certo ou errado. E que de uma maneira com nossa ajuda, nossa intervenção e a nossa orientação, ela possa fazer de maneira melhor”, relata Gerlânia.

Gerlânia Carneiro ainda relata: “Um das determinações que a ACEV teve junto a gestão municipal era que a frente da escola tivessem pessoas ligadas a ACEV. Por que uma parceria não pode haver se as duas partes não estiverem trabalhando juntas. A visão da ACEV era continuar no Bairro, fazer uma escola onde a comunidade estivesse satisfeita com a escola, onde os professores quisessem fazer um trabalho diferenciado”, continua Gerlânia.

Todos os anos, mais e mais famílias procuram vagas na Escola Frank Dyer. O problema é espaço para que a escola possa crescer, pois todos os terrenos envolta do prédio pertencem ao empresário Dr. Valcelon Carvalho que, de acordo com informações, não vende e nem negocia espaços para que a comunidade possa criar mais salas de aulas e locais para atender a demanda.


Jozivan Antero – Patosonline.com

domingo, 7 de setembro de 2014

Reflexões no Dia da Independência

Cheguei em Patos, vindo de Londres, um mês antes do grande desfile dos 150 anos da independência do Brasil festejado em 1972. Eu ainda tenho um pouco do filme "super 8" que fiz no dia. Era tempo de regime militar e meu colega professor no Colégio Cristo Rei, Professor Badu, tentava me convencer que vivíamos numa democracia, embora que eu sabia que nem ele acreditava o que ele mesmo dizia, mas ele era obrigado a ter cuidado com aquilo que ele falava naqueles tempos! "É uma democracia diferente", ele dizia com um discreto sorriso.

Graças a Deus hoje vivemos numa democracia de verdade. É uma democracia que precisa ser aprimorada e por isso assinei a favor do plebiscito da reforma política, mas é uma democracia e isto é bem melhor de que antes.

Entretanto, neste o 192º Dia da Independência do Brasil eu vejo as eleições do dia 05 de outubro de 2014 como a hora certa para a gente mudar de partido no poder a nível nacional. Pois a minha experiência de vida me ensinou que 12 anos para um partido, independente de qual seja, é bom de mudar. Vejo que o PT trouxe muitas mudanças boas em termos de distribuição de renda etc. no país, como vi também coisas boas em termos da estabilização da economia feito pelo partido no poder anteriormente.

Para dar uma melhor continuidade a tudo isso o número 40 soa tão bem para mim pensando nas eleições de outubro. Vejo Marina, em quem votei em 2010 também, como uma excelente opção centro esquerda social democrática, trazendo um tão necessário sopro de honestidade e ética lamentavelmente faltando em setores do PT. Marina e o PSB tem tudo para fazer um governo que visa o bem comum de todos, inclusive para o meio ambiente.

No caso do nosso estado da Paraíba "40" soa igualmente bem porque o Governador Ricardo Coutinho tem sido o melhor governador aqui nos meus 42 anos de convivência com os patoenses e paraibanos. Este governo está demonstrando um novo jeito de fazer política completando as obras incompletas do passado (algo que os outros não faziam), equilibrando a economia estadual que estava totalmente fora de prumo, não prometendo o que ele não tem condições e dinheiro para fazer e trabalhando no estado todo como ninguém. As estradas para todos os lados beneficiam a saúde e educação, por exemplo, porque agora médicos e professores podem se deslocar sem a destruição dos seus próprios veículos como acontecia com as estradas esburacadas de antigamente.

Por estas razões e muitas outras creio que o povo paraibano vai ter o bom senso de dar mais quatro anos a este brilhante gestor do estado da Paraíba e com Marina Presidenta ficará melhor ainda! Que Deus abençoe a Paraíba e o Brasil!